Encontros
11 de dez de 2019


Oi pessoal, hoje irei compartilhar com todos um daqueles contos de sexo pra vocês. Sou casada e comecei a trabalhar em um hospital, não tem muito tempo. Lá conheci um médico gente boa e muito bonito. Um homem de verdade de olhar firme que faz tremer a perna quando te olha nos olhos. A primeira vez que o vi fiquei encantada cheia de vontade de descobrir se era isso mesmo, mas não sabia se podia então fiquei na minha. Todo plantão nosso que batia, eu o observava de longe. O sotaque, o cheiro… nossa. Fiquei com uma vontade dele. Quando ele passava por mim queria agarrá-lo.

Em um plantão nosso eu não aguentei e comecei a puxar assunto enquanto ele fazia um procedimento. Eu então fiz várias perguntas me interagindo com ele. Eu estava sempre olhando dentro dos olhos dele e ele respondia as minha olhadas. Eu precisei anotar alguma coisa, que não lembro peguei a caneta dele e depois elogiei a caneta. Ele então disse que daria ela pra mim. Alguns minutos depois, ele foi no meu setor e levou a caneta e me pediu que escrevesse algo no papel. Algo que ele iria gostar. Nem pensei duas vezes, dei meu telefone e anotei meu nome.

Ele me chamou mais tarde no zap e conversamos sobre tudo, disse a ele que era casada e ele me disse que também tem um relacionamento mas que eu tinha chamado a atenção dele. Fiquei surpresa, porque ele também chamou a minha. Nesse mesmo dia ele apareceu de surpresa e me agarrou, demos um rápido beijo mas com pegada que só serviu pra aumentar ainda mais minha vontade. Minha buceta pulsou na hora. Como eu queria ter dado pra ele ali mesmo naquele momento. Acabamos então marcando de nos encontrarmos dias depois. Chegou o tal dia marcado, ele demorou um pouco me deixando mais ansiosa, mas apareceu.

O safado estava dentro do carro. Eu entrei no carro e logo então estávamos dando um beijo molhado e gostoso. Ele então pegou a minha mão e colocou no pau dele, tava tão duro e latejando de tesão. O safado estava realmente cheio de vontade de sentir minha buceta molhada. Fiquei passando a mão e apertando devagarinho até chegarmos no motel. Chegando lá, ele não perdeu tempo, arrancou a minha roupa, me jogou na cama e me chupou de uma forma deliciosa. O safado deu um trato de verdade na minha bucetinha. Eu não queria que ele parasse, que boca, que tesão.

Eu tava louca pra gritar e gemer alto de tesão com aquele safado me chupando. Me lembro que rebolei na cara dele de tanto tesão. Nunca fui tão bem chupada na minha vida toda. Delirei!

Fui pra cima dele, fazer o que faço de melhor que é sentar e rebolar freneticamente. Fiquei rebolando na cabeça do pau dele e olhando fixamente pra ver qual era a reação. Ele tava louco de tesão. Eu rebolava na cabecinha e sentava forte.

Deixei o cara doido de tesão fizemos outras posições, mas não consigo mais lembrar porque o tesão tava no nível máximo. Me lembro dos tapas na bunda, puxões de cabelo, sussurros no ouvindo me chamando de puta e gostosa. Que fodaaa perfeita. Que homem! Depois desse dia ficamos loucos de tesão um no outro e não paramos mais de foder gostoso. Já fizemos tanta loucura. Boquete no carro, sexo no meio da rua… enfim, a gente combina tanto na cama. Logo eu trarei mais contos de sexo pra vocês. Sei que todos adoram uma enfermeira gostosa transando com tesão de verdade.

Segue as fotos do conto


Comentar