Encontros
11 de dez de 2019


Tudo bem amores? Meu nome é Márcia e hoje tenho pra vocês um daqueles contos eróticos de traição que eu sei que vocês tanto gostam. Sou casada a praticamente 10 anos e meu marido digamos que se preocupa mais com os amigos do que comigo. Eu sou uma mulher bem resolvida e quando quero algo eu vou atrás. Durante um final de semana meu esposo tinha recebido alguns amigos em casa para assistirem um jogo de futebol. Acontece que o jogo seria somente as 16:00 horas e eles chegaram as 10:00 horas. Na hora do almoço meu esposo me pediu para comprar umas cervejas e um pouco mais de carne para assar. Eu então peguei o carro e decidi ir comprar as coisas que ele me pediu. Assim que entrei no carro notei que a gasolina estava quase chegando na reserva. Pedi então um dinheiro para abastecer e assim parti.

Na ida eu já passei logo no posto de gasolina e para minha surpresa o frentista que me atendeu era uma delícia. Garotão jovem, cara de safado, barba bem feita, corpo bem cuidado. Assim que parei meu carro ele me atendeu com muita educação e acabei não resistindo e perguntei se ele era novo no local. Afinal eu sempre abastecia ali e nunca tinha o visto lá. Ele então disse que esse era seu segundo dia de trabalho e que talvez meu carro seria o último que ele abasteceria naquele dia pois já estava de saída. Eu então não sei o que deu em mim só sei que quando vi eu estava anotando meu numero na nota fiscal que ele me deu e entregando de volta pra ele. Entreguei, liguei o carro e parti para o supermercado. No caminho fui pensando na loucura e ousadia que eu tinha acabado de fazer. Porém dentro de mim algo pedia para que aquele safado me ligasse ou me mandasse uma mensagem.

Dito e certo. Assim que entrei para o mercado meu zap apita. Era uma mensagem de um número diferente e quando fui verificar era ele que dizia:

– Nossa então é verdade? Esse número é realmente seu?

Nisso o respondi e ele parecia surpreso porém no meio de nossa conversa ele acabou falando que me achou linda e que não estava acreditando naquilo que estava acontecendo pois parecia totalmente surreal. Algo que só aconteceria na televisão. Enfim eu ainda mais louca de tesão e desejos por aquele safado decidi falar logo:

– Daqui 15 minutos saio do supermercado e depois disso temos mais meia hora o que acha?

Não deu outra, eu 10 minutos eu estava pegando aquele safado e indo em direção ao motel mais próximo. Aquilo era extremamente louco, perigoso e ao mesmo tempo excitante e gostoso. Um cara que eu acabei de conhecer a pouco menos de 1 hora dentro do meu carro e indo para um motel? Eu porém não pensei em parar, o arrependimento poderia ficar pra depois. Chegamos na portaria e então pedi uma suíte de luxo pois queria uma boa hidro e muita rola dura. Naquele momento eu já não pensava em mais nada, tudo o que eu queria era aquele homem pra mim. Entramos pra suíte e mal entramos e o sacana me provocou. Ele tirou toda sua roupa e foi pro chuveiro tomar um banho quente.

Aquele safado sabia como provocar e enquanto ele tomava banho decidi então preparar a hidro. Eu e ele ali naquele quarto parecia que a gente se conhecia anos. Nem parecia que tínhamos nos conhecidos a horas atrás. Enquanto eu preparava a água da banheira o safado veio por trás me abraçando e roçando aquele pau duro em minha bunda. Enquanto ele me abraçava ele mordia levemente minha orelha e pescoço sempre me provocando. Foi quando ele me virou de frente pra ele me colocando de joelhos pra mamar aquele pau duro e completamente cheiroso. Aquele macho era realmente delicioso e sabia como deixar uma mulher com tesão. Eu abocanhei todo aquele mastro e comecei a chupa-lo com carinho e tesão.

Sentia aquele cacete preenchendo cada centímetro da minha boquinha oque me deixava molhada de tesão. Depois de mamar aquele cacete gostoso eu pedi pra que ele colocasse uma camisinha e então me apoiei na banheira da hidro empinando bem minha bunda. Foi quando senti que o safado colocou a cabeça do seu cacete na portinha da minha buceta e foi forçando levemente para que ele invadisse minha bunda toda. Senti cada centímetro daquele cacete sendo socado em meu traseiro. O safado empurrou todo seu pauzão na minha bucetinha e para me castigar ficou pulsando aquele pau duro dentro da minha buceta molhada. Logo suas metidas foram ficando mais fortes e o safado então passou a me dar tapas na bunda. Seus tapas me deixavam com ainda mais tesão e vontade de ser toda fodida por aquele homem dotado.

Contos eroticos casada traindo. Eu não pensava em nada, tudo oque queria era rola e mais rola em minha buceta quente e sedenta por rola. Foi quando o safado me colocou para sentar em sua pica dura. Eu sem reclamar sentei e comecei a galopar gostoso naquele belo pau grosso. Sentia aquela rola socando no fundo tocando meu útero porém aquilo me enchia de tesão. Não me aguentei e acabei gozando enquanto rebolava gostosa naquela piroca. Logo foi a vez do safado anunciar que iria gozar e para minha surpresa ele diz:

– Vai safada fica de joelhos na minha frente vai. Quero gozar na cara dessa putinha casada.

Eu como uma puta obediente fui logo ficando de joelhos na sua frente o olhando com cara de safada. Não demorou muito e ele me encheu de porra me dando um verdadeiro banho de esperma na cara. Essa foi a primeira vez que transei com aquele macho. Hoje dois anos depois nos tornamos amantes e quem diria que um safado que eu mal conheci e já fui dar pra ele no motel, hoje seria um dos meus melhores amantes. Logo compartilho com vocês mais contos eróticos onde dei meu cuzinho pra ele que me arrombou toda.

segue as fotos