Paraiso Swing Cams
Online agora
OneJadeEmpressTS BriseisMonn MissCharlotteTS JazzMin Margoha_ivi Karla22 AlayahRouse LibbyNora Alex_Fck HannaChoko DinaFritz ZoeMur MollyParker NaomiWatts JelenaFowler
Ver todos os modelos
Gay
10 de dez de 2023


Me chamo Bruno tenho 18 anos, e minha bunda sempre foi grande, onde eu passo ela chama atenção , isso me incomodava de começo, muitas pessoas (homens e mulheres ) diziam que eu tinha uma bunda maior do que bunda de meninas, isso me deixava desconfortável, mas com o tempo, eu aprendi a gostar, eu comprei umas calcinhas fio dental uma época, me trancava no quarto e tirava algumas fotos, sempre quis mostrar pra alguém, porque eu achava minha bunda tão gostosa nessas calcinhas que comecei a ficar com tesão, imaginando os comentários das pessoas, claro que eu não mostrava o rosto nas fotos, e com o tamanho da raba, ninguém imaginaria que seria um homem. Essa vontade de mostrar a foto pra alguém foi ficando incontrolável, e a vontade de ver um macho gemendo me comendo de quatro estava demais, batia várias punhetas pensando nisso, eu já tinha uma coleção de calcinhas, sempre bem escondida no meu guarda roupa dentro de uma caixa, comprei um cadeado de segredo, onde elas ficavam seguras,eu fui me sentindo cada vez mais menina, abri uma página no Instagram com um nome e email fake, só pra postar as fotos, os comentários me faziam gozar tanto, e cada vez ficava mais ousado. Comprei um vibrador de porte médio, eu queria começar a dar, então toda noite quando lia os comentários nas minhas fotos, eu batia uma punheta com o vibrador no cuzinho, no começo, eu colocava só a cabeça, porque meu cuzinho era virgem, mas com o tempo, eu consegui colocar ele todo, e com mais tempo , aquele que parecia que não ia entrar nunca, ficou pequeno, joguei ele fora e comprei um maior. Eu gozava muito imaginando um macho pauzudo me comendo e enchendo meu cu de porra, imaginava ele urrando de prazer e me chamando de vagabunda,puta, vadia... Isso me deixava louco.

Em um final de ano, eu fui pra casa de um primo passar o final de ano lá com alguns parentes que mora na cidade vizinha, fui recebido muito bem pelo meu primo Fábio e meus tios, eles me deixaram super a vontade, disseram que eu estava em casa, e eu realmente me senti bem lá, uma cidade legal, longe de barulhos, uma área mais rural, estava me sentindo bem. Meu primo Fábio tem 22 anos, era bonito moreno claro, cabelos curtos, está a um pouco fora de forma, mas era apenas uma barriguinha. Nós primeiros dias íamos direto tomar açaí no centro da cidade, conversávamos e ele me perguntava como era a vida na cidade grande, eu explicava algumas coisas, mas sempre dizendo que na zona rural a vida é melhor, nós dormíamos no mesmo quarto, em duas camas de solteiro, meu primo saía do banho e fica a de cueca no quarto, isso era normal, e meu cuzinho já piscava de vontade, eu tomava banho e colocava um short, morria de vergonha de ele me ver de pau duro. Essa vontade de dar pra ele estava cada vez maior, sempre queria voltar o mais rápido possível da cidade pra ficar no quarto com ele, eu não aguentava mais, e então quando ia tomar banho eu batia uma punheta imaginando ele montado em cima da minha raba me comendo. Um dia eu resolvi arriscar, bati uma punheta no banheiro pensado nele e após o banho eu saí de toalha, resolvi trocar de roupa no quarto ( eu já tinha gozado, então não ia ficar tão rápido de pau duro), entrei no quarto, tirei o toalha deixei cair no chão e fiquei de costar pra ele procurando qualquer coisa dentro da minha mala, só pra ele apreciar meu rabao, ao me virar, percebi ele totalmente paralisado e sem reação, não conseguia formar frases direito, com palavras desconectas, percebi que ele estava com tesão. Então todo dia eu provocava um pouco mais, chegava a ficar de quatro no quarto procurando algo dentro da mala, uma coisa que nunca iria achar kkk. Ao apagar as luzes nesse dia, ficamos conversando, e eu disse se ele não tinha nenhum filme pornô pra gente assistir, porque estava sem sono, e pra minha surpresa ele tinha, puxou um pen drive em cima do guarda roupa e conectou no lado da televisão, ele tinha salvo pelo menos uns 8 filmes pornôs. Quando ele deitou, na cama , eu deitei do lado dele, com a desculpa que a cama dele era melhor pra assistir, eu estava só de cueca e ele tbm, me virei de lado e encostei minha bunda nada sua coxa, ele percebeu o sinal e virou mais de lado, e entao eu sentir aquela vara dura cutucando meu rabo, dei umas reboladinhas e tirei a cueca , joguei no chão, ele abaixou a cueca dele e ficou roçando atrás de mim, perguntei se ele estava gostando, ele afirmou com a cabeça, a respiração dele na minha nuca estava demais, peguei o pau dele, estava todo melado, não precisei cuspir, só coloquei na entrada do meu cuzinho e com duas reboladas o pau dele já estava todo dentro só meu cu , ele não demorou muito pra gozar, segurou na minha anca, deu uma três estocadas e deixou a porra dele toda dentro de mim, ficamos uns minutos calados , ele apenas com a mão na minha cintura, parecia que não tinha mais forças. Saí da cama dele e fui tomar outro banho, bati uma punheta e gozei, voltei pro quarto e ele passou por mim, calado, esgotado e foi tomar banho tbm, dormimos totalmente satisfeito. A partir desse dia, eu virei putinha do meu primo, fui numa casa de lingerie e comprei várias pra usar pra ele, e o amigo dele, isso mesmo, amigo dele, virei putinha dos dois, mas isso eu conto na próxima história.

Ahh e essa história é verídica, aconteceu mesmo,rs 😘 se quiserem mais das minhas histórias, comentem


Comentários