Fato
10 de set de 2020


Bem, eu sempre gostei de esporte, e o q eu praticava era o ciclismo, e tds os dias apos o trabalho e nos finais de semana saia pra pedalar e fazer alguns percursos, e numa dessas saída pro pedal resolvi ir ate o parque da cidade aq no DF, como de costume bike e equipamentos prontos, esse dia era um sábado ensolarado e quente , trabalhei ate meio-dia e no decorrer da tarde me preparei pra sair , comecei o trajeto normalmente, e de onde moro fica 25 km do parque, era por volta das 16 hs, chegando no parque e como de costume fiz 2 voltas completas na ciclovia, uma sentido horário e outra anti-horario. Finalizei o trajeto no parque, e sempre antes de voltar pra casa tomava uma ducha pra refrescar e hidratar o corpo, nesse dia chegando na ducha vejo uma rapaziada jogando vôlei de areia em 2 quadras, e próximo dessas quadras é onde fica a ducha, qdo me aproximo da ducha vejo uma mulher deitada de bruços com um biquine bem pequeno tomando sol e retocando suas marquinhas, ela bem morena, um corpo delicioso, 1,60 alt. uns 50 kg, usava cabelos rastafari com suas tranças bem fininhas com uma mistura de loiro claro com loiro escuro, uma bundinha bem redondinha e o biquine bem socado, fiquei com agua na boca e de pau duro so de ver ela ali deitadinha daquele jeito, qdo me aproximei a cumprimentei com um boa tarde e ela bem simpatica me responde, fiquei na ducha por alguns minutos me refrescando e admirando aquela delicia, os caras da quadra quase sempre ficavam assobiando e jogando piadinhas pra ela, elogiando ela claro. Ja depois de mtos minutos saio da ducha e começo a me preparar pra ir embora, qdo pego meu oculos vejo q ele ta td molhado e eu não tenho como seca-los, então me aproximo dela, e digo; com licença morena, e ela responde; pois nao, eu posso secar e limpar meu óculos na ponta da sua toalha rapidinho, ela bem simpatica e com um leve sorriso diz; sim, claro, logo estou agachado perto dela secando os óculos na ponta da toalha, e sem acreditar q tô bem perto dela vendo sua pele brilhar apos o uso do bronzeador e sentir um gostoso cheiro de creme hidratante, nesse momento começo a puxar conversa com ela e logo estamos batendo um papo bem agradavel. O sol ja ta quase se pondo, então agradeço o empréstimo da toalha e digo q ja vou, ela logo em seguida tbm diz q ja ta querendo ir embora, então pergunto se posso acompanha-la ate a parada de onibus mais próxima e ela diz q sim e começa a se levantar e a guardar suas coisas na bolsa, qdo ela fica em pe consigo ver claramente como ela é gostosa, seios medios e bem firmes uma xoxotina pequena, num determinado momento ela se vira e se abaixa pra pegar sua toalha q estava estendida no gramado onde ela tava deitada, nossaaa, qdo vi aquela bundinha virada pra mim e ela se abaixando, meu pau quase saiu da bermuda, me contive e fiquei só babando, ele vestiu um short jeans bem curto e com as barras desfiadas um pouco folgado nas coxas e um top, seguimos em direção a saida do parque e continuamos a conversa q ja tava bem avançada, nessa hora eu tentava disfarçar o volume em minha bermuda mas era impossível pois essas bermudas de ciclista é bem colada. Chegando na entrada do parque, aquela q fica perto do prédio da policia civil (DPE), pergunto a ela se poderiamos nos sentar proximo dos pés de eucalipito q fica no estacionamento pra podermos termimarmos nossa conversa e ela aceita, nos aprofundamos mais na conversa qdo ela me dizq tem namorado e ele é cabo da PM e é mto ciumento e possessivo e por isso o relacionamento deles não estava indo bem, então brinquei dizendo q ate eu seria ciumento tendo uma morena linda e gostosa como ela, ela riu, e logo depois do meu comentário ja estavamos falando sobre sexo, e comecei a elogia-la, nisso começa a escurecer e ficamos mais protegidos pelas árvores e alguns carros do estacionamento, sou direto e digo q fiquei louco qdo cheguei vi ela deitada com sua bundinha pra cima e q me deu vontade de deitar sobre ela é esfregar meu pau nela, ela sorrindo me disse q tinha percebido e viu q fiquei de pau duro so q não ligou pq os caras da quadra estavam mexendo com ela desde qdo eles chegaram na quadra. Nesse momento fiquei em pe e me encostei numa arvore, e ficou bem visível meu tesão por ela, e ela nao parava de alternar o olhar entre meus olhos e meu pau, estiquei meu braço e estendi minha mão direita pra ela q rapidamente foi tocada por sua mão pequena, macia e quente, não perdi tempo e puxei ela ao encontro do meu corpo q automaticamente foi seguido de um baixinho gemido dela, com ela ja bem encostada em meu peito e eu abraçando sua cintura sentindo seus seios durinhos ela faz um movimento encostando seu ventre no meu pau e começa aquele sarro gostoso, nessa hora minha bermuda ja ta tda melada e babada, fico ali por alguns minutos beijando seu pescoço e mordiscando sua orelha, e com uma das maos começo a massagear sua nuca, ela se cortorce e geme baixinho e diz q não podemos fazer aquilo, então tiro minha mão da sua nuca e a seguro pela cintura com as 2 maos e afasto sua buceta do meu pau e digo no seu ouvido; então ja q não podemos, é melhor parar e irmos embora, nessa hora meus testiculos doíam querendo gozar, foi qdo ela colocou suas maos em meu peito e me fez voltar a encostar na árvore dizendo q apesar do tesão q sentia ela não iria gozar de jeito nenhum pq seria uma traição ainda maior com seu namorado e não passaria apenas de um sarro. Continuei ali com ela, com o saco td doendo e louco pra gozar naquela gostosa, voltamos ao sarro , eu segurando sua cintura e esfregando sua buceta com força no meu pau, ela gemendo e ofegante dizia baixinho q gostoso esse sarro, com uma mão comecei a apertar seu seio por cima da blusa e logo minha mão estava dentro do decote dela, q delicia sentir aqueles seios duros, macios e com os biquinhos bem pontuados e arepiados, nesse momento do toque nos seios ela solta um gritinho e se contorce e eu aproveito pra dá-lhe um bjo na boca e ela corresponde com um bjo bem timido, continuo no bjo enquanto aperto os bicos dos seios e com a outra mao começo a alizar suas coxas e apertar seu bumbum, na sequência minha mão entra por baixo do seu short e toco seu biquíni q ta td encharcado, e em cada movimento e toque meu nela é seguido de suspiros, gemidos e pequenas contorçoes do seu corpo, afasto seu biquine e começo a tocar sua buceta com meu dedo e sinto ela mt úmida de tesão e sinto seu melado quente escorrer entre suas coxas, ficamos ali por um bom e delicioso tempo, ate q peço pra q ela solte mais sua lingua pra q eu possa chupa-la, ela resiste mais logo solta sua macia e deliciosa lingua, percebo q a cada chupada na sua lingua acompanhada de toques no seu clitóris ela ficava nas pontas dos pés e suspirava mais fortes e mais rápido chegando a ficar ofegante e aumentava seu meladinho na buceta, foi qdo falei no seu ouvido e fiz uma proposta a ela, de q se eu conseguisse fazer ela gozar no meu dedo ela deixaria eu meter meu pau na sua buceta, e q se não conseguisse eu iria ficar só na vontade, ela aceitou e se garantiu dizendo q eu ia ficar na vontade. Depois do desafio aceito coloquei meu pau pra fora td melado e babando, peguei sua mão e mostrei como ela tinha me deixado, ela pegou meio sem querer mais depois aos poucos foi segurando, apertando e me punhetando lentamente, continuamos ali naquele tesão com carros e algumas pessoas passando ao longe, meu saco quase explodindo de dor e tesão e nada da morena gozar....rsrsrs....pensei....me lasquei...rsrsrsrs, ja depois de td esse tempo, ja quase desistindo de fazer ela gozar no dedo, fiz a ultima tentativa e comecei a chupar os seios dela, alternando entre um e outro, foi qdo percebi q a cada sugada e mordida nos seios suas pernas começavam a ficar tremulas, então ja no desespero do tesão abocanhei um seio segurando com os dentes e comecei a passar a ponta da lingua na sua auréola ate a ponta do bico com movimentos circulares e de cima para baixo, ela tentou sair mais ja era tarde, eu tinha descobrindo seu ponto fraco, parti pro outro seio e fiz o mesmo, só q mordo com mais um pouco de força e repito td denovo, cuidando pra não machuca-la claro, e comecei a introduzir 2 dedos na sua buceta q começa a escorrer um líquido quente e delicioso na minha mao, ela se contorce com mais força e pede pra eu não parar e fecha suas coxas com força com minha mao entre suas pernas e os dedos dentro da buceta, qdo derepente começo a sentir pequenos jatos quentes nos meus dedos e a escorrer em grande quantidade na minha mao, e nesse mesmo momento ela ainda tava com meu pau na mão e começa a apertar e me punhetar mais rápido, direcionando a cabeça do pau pra sua buceta e encosta ele na minha mão como quisesse colocar ele dentro da buceta, qdo sinto seu melado quente envolvendo minha glande não resisto e solto o primeiro jato de porra q sai quente e fervendo, seguido de mais jatos esvaziando meu saco e me aliviando, e na hora q ela sente minha porra tocar sua buceta ela tbm solta um gemido demorado e longo e diz q não aguentou. Ficamos ali por ulgum tempo, eu encostado na arvore e ela colada em mim meio trêmula com meus dedos ainda tocando sua buceta e ela me punhetando lentamente espremendo meu pau pra sair tda porra. Então falei q queria minha recompensa da aposta, ela tentou fugir pq ja tinha gozado, então como eu ainda tava com a mão na buceta comecei atiçar seu clitoris, comecei a puxar com o dedo seu gozo pra lubrificar mais ainda seu clitóris e logo ele tava durinho denovo, e começamos a nos bjar de novo com chupadas deliciosas naquela lingua, rapidamente estavamos excitados novamente, então peguei uma camisinha na bolsa q tinha na bike e coloquei no pau, sentei num tronco próximo e encostei novamente numa árvore e disse pra ela; vem morena senta gostoso, ele se aproximou se ajeitou colocando minhas pernas entre as dela, afastou o short e o biquíni e começou a descer devagar, nossaaaa q delicia sentir aquela buceta quentinha e um pouco apertada engolindo meu pau, depois q ela acomodou ele td dentro dela começamos a nos bjar e ela começou a se movimentar pra frente e pra tras lentamente querendo sentir td meu pau, com gemidos q foram aumentando conforme ela aumentava o vai e vem. Não demorou mto e ja estavamos no ápice do tesao novamente, com ela ainda sentada de frente pra mim passei meus braços por baixo de suas penas na curva de seus joelhos deixando td seu peso sobre meu colo fazendo meu pau tocar bem no fundo do seu utero, depois de feito isso ela me abraça forte e me bja como louca e diz q vai gozar, então novamente faço a manobra de chupada nos seios e ela goza novamente e sinto seu gozo melar td meu colo e escorrer entre minhas pernas, de imediato peço pra ela continuar mexendo a buceta pq tbm vou gozar e assim ela faz, em segundos encho a camisinha com minha porra....q gozada..... Devido a tda essa pegação a hora passa rápido e ja ta bem escuro, nos arrumamos e seguimos pra saida, e no caminho ela me diz q trabalha em um apartamento na octogonal, próximo do parque, a levo ate próximo, nos despedimos ela me passou seu contato e marcamos de nos encontrar outras vezes, oq aconteceu varias outras vezes tanto pq logo depois ela terminou com o namorado ciumento.....

Desculpe o tamanho do relato, mais nao podia deixar passa nenhum detalhe dessa transa inesperada e gostosa, espero q gostem...abç e ate o proximo


Comentários