Fato
2 de jan de 2020


Eu me chamo alex tenho 35 anos de idade 1.78 de altura 71kg corpo resistente ao dia dia , um belo dia saí para ir ao mercado por volta de umas 16 horas da tarde estava quente um calor de 30 graus eu estava de bermuda e camiseta um tenis baixo pois é um pouco longe o mercado resolvi ir caminhando eu tinha tomado um banho estava cheiroso e refrescante eu queria comprar pães e frios para um belo café da tarde então fui caminhando e me arrumando me olhando e tal segui por uns 5 minutos minha rua tem muitas casas alugadas sobrados geminados e derrepende sai uma moça de um desses sobrado e segue ate o meio da rua olhando para o lado direito e esquerdo da rua parecia estar procurando alguém ela era uma morena aparentava ter uns 20 anos foi só o que eu consegui prestar atenção na hora passei e olhei por ela sem menos achei estranho ela sair do nada e procurando alguém quando passei perto ela olho para o meu braço e disse nossaaa que tatuagem linda e me chamou eu parei e sorri não estava entendendo eu não conhecia nunca tinha visto ali ela disse que tatuagem linda tem mais deixa eu ver segurou meu braço fiquei com vergonha tímido e comecei a mostrar o braço so que a mãe dela estava fechando o portão elas iam sair quando ela disse mãe olha isso que lindo a mãe dela veio dizendo nossa filha deixa eu ver isso e a senhora que tinha seus 40 anos morena da mesma cor que a filha e bem simpática pegou no meu braço junto com a filha e me comeu com os olhos ja foi logo me cantando tem mais entra um pouquinho pra nos ver as outras eu disse não da pra mostrar so tenho na região do ombro depois eu mostro a vcs a filha disse eu morro de vontade fazer uma tatuagem ne mãe viu como sao lindas a deles e a mãe disse so as tatuagens filha e a filha respondeu para mãe não liga não moço minha mãe ta assim eu não sabia onde me enfiar de tanta vergonha e a mãe disse filha vou aproveitar ele pra pegar aquele negocio pra mim ja que estamos saindo ele leva a mãe disse moço me da uma mão aqui só um minuto eu falei tudo bem a menina era simpática sorria o tempo todo pra mim estava impressionada com as tatuagens entramos eu tentei ficar na calçada mas a mãe disse entra quero ver onde termina essa tatuagem morava mais gente no quintal entrei e a filha entro também e disse ele é lindo ne mãe a mãe disse demais começaram a me levar na sala e pegaram na minha mão senti um calor depois veio um beijo eu ja não sabia o que estava acontecendo e eu não tinha mais o que fazer afinal eu não resistiria a tanto agrado eu nunca pude imaginar que estaria acontecendo aquilo comigo uma me beijando outra tirando minha bermuda quando me caiu em si estou fudendo mãe e filha de uma forma icrivel não podiamos fazer barulho e isso aumentava mais ainda o tesao e logo pude ver eu de pé e as duas chupando meu pauzao que estava duro e gigante com tanto aagrado mal cabia nas duas bocas beijavam minha bunda e tocavam siriricas o tempo todo eu sentia um verdadeiro cheiro de cio comecei a chupar as duas intercalando socava em uma e lambia a outra fudia com meus dedos grandes elas gozavam nos meus dedos na minha boca e no meu pau duro a menina não deu o cu disse que minha rola era muito grande e grossa que ia machucar mas a mãe a mãe estava uma delicia faminta de pau fazia caras e bocas quando eu socava nela de 4 comecei a tocar no cuzinho dela ela enlouquecia e a filha me beijando e passando a mão no meu peito e na barriga foi quando eu senti minha boca bem molhada dos beijos peguei passei a mão na lingua que escorria prazer e passei no cu daquela safada que me colocou pra dentro de casa sabendo o que queria troquei de camisinha que ela tinham camisinha do posto em casa de cheiro muito forte e não cabia no meu pau mas deu pra proteger so que me machucando muito comecei a fuder o cu devagar bem devagar a filha não estava acreditando no que estava vendo uma pau grande e grosso entrando bem devagar no cuzinho da mãe e ela dizia mãe é muito grande é grosso eu não consigo e a mãe respondeu nem eu filha ta gostoso eu perguntei a mãe disse vem mais coloca mais devagar soquei devagar so que eu com sei a hora certa e o que acontece depois de um certo tempo fiz a mulher gozar pelo cu e ficar de pernas bambas por um tempo enquanto comi mais um pouco a filha depois de um banho pois ela ao ver toda aquela sena estava se tocando batendo uma siririca eu eu falei vc não vai ficar na mão não ja volto e ainda gozou vendo a mae gozar pelo cu ... bom essa é a minha história ficamos amigos elas ficaram com vergonha depois não fizemos mas nada até o momento quando uma das duas me ver na rua vem e me da um beijo no rosto somos amigos mas faz tempo que não as vejo acho que ja mudaram. ... fim... obrigado pela leitura

Tags: grosso, feliz, rola grossa


Comentários