Fato
26 de ago de 2020


Minha primeira tranza com um casal ocorreu a alguns anos, ela 39 anos branca de olhos claros, quase verdes, cabelos castanhos escuros lisos um pouco abaixo dos ombros, 1,70 alt., uma gordelicia, toda durinha devido a academia, vou chama-la de Vanessa. Ele 43 anos moreno claro tbm 1,70 alt. cabelos grisalhos e aquela famosa barriguinha de chopp...rsrsrs, vou chama-lo de Bruno.

Ela é professora de geografia e dá aula pro ensino médio em uma escola publica aq no DF. ele é publicitário e por isso está sempre em viagens a trabalho. A primeira vez q nos vimos foi em um barzinho q sempre costumo ir todas as sextas feiras, um ambiente agradavel e com gente bonita, nesse dia eles chegaram e se acomodaram em uma mesa mais reservada, só q de onde eu estava tinha uma boa visão dos 2, ate aí td bem, ela usava um vestido curto com decote bem generoso q mostrava quase todo seus seios q parecia q ia saltar pra fora, usava um sapato de salto q a deixava mais gostosa ainda detalhando suas coxas brancas e torneada e na boca um baton vermelho. Depois de algumas bebidas e varias olhadas pra ela ,percebo tbm algumas olhadas dela e começamos a ficar ali com troca de olhares e eu ja de pau duro so imaginando ela sem roupa e eu fudendo com ela. Vejo qdo ele pede a conta e se preparam pra ir embora, enquanto o garçon se aproxima de sua mesa e ele começa a pagar a conta ela anota algo em um pedaço de papel e entrega para o garçon e logo q eles saem o garçon vem e me entrega o papel q estava anotado o número do seu celular com seu nome, não perco tempo e ligo em seguida, ela atende, ainda no estacionamento dentro do carro, me identifico e começamos a conversar e sem mta enrrolaçao ela diz q reparou q eu não tirava os olhos dela desde qdo eles chegaram no bar, respondo q sim, q ela chamou mto minha atençao, pergunto se ele é seu namorado ou marido, ela diz marido, conversamos mais um pouco e pergunto qdo poderiamos nos conhecer melhor pessoalmente e ela diz q poderia ser na semana seguinte pq seu marido estaria viajando a trabalho. Semana seguinte, na terça feira a tarde liguei pra ela, batemos um bom papo, conversamos sobre varios assuntos, ate q vou direto assunto e pergunto se tem como a gente se encontrar no dia seguinte e ela diz q sim. Combinamos de nos encontrarmos no mesmo barzinho pela manhã. No dia seguinte ela me liga e diz q ja está pronta e se encaminhando pro local marcado, tbm vou pro local e chego primeiro, minutos depois ela chega, descemos dos carros e nos cumprimentamos no estacionamento com um abraço e um bjo celinho ( q delicia, nessa hora ja tava de pau duro). Ela toda perfumada, cheirosa, de salto alto e com outro vestido curto, pergunto pelo marido e ela diz q está viajando e só volta na sexta, pego em sua mão e a levo para meu carro, ja dentro do carro coloco minha mão em sua coxa e começo a massagea-la, ela me olha com um sorriso descarado mordendo seus labios ( e q labios, bem carnudos e bem contornados ) e usando aquele baton vermelho, então ja saio com o carro e vou para um motel próximo de onde estavamos, no trajeto minha mao ja ta em contato com sua buceta q ta quente como brasa e sinto sua calcinha bem molhada, ja no motel ainda na garagem começamos a nos pegar, com bjos quentes, mãos aq e ali, com meus dedos afasto sua calcinha e começo a atiçar seu clitóris deixando sua buceta extremamente melada, e ela com gemidos e sussurros diz q precisa gozar e não vê a hora de gozar mto no meu pau, nesse momento ela começa a me punhetar com puxadas e apertos fortes, parecendo q não via uma rola a anos...rsrsrs. Seguimos pro quarto e logo estamos pelados se beijando e agarradinhos na cama, q delicia de mulher, corpo macio e cheiroso, e cada toque e abraço nela podia sentir o arrepio do seu corpo, beijei aquele corpo todo, percorri cada cm dela com bjos e chupadas, uma buceta cheirosa e lisinha, cada linguada dentro de sua buceta era seguido de gemidos e contorçao, depois de alguns gozo dela em minha língua ela quiz retribuir e me pediu pra deitar de pau pra cima, assim fiz, ela fica de 4 e começa me beijando na boca e vai descendo devagar e sem pressa ate chegar com seus labios carnudos e aveludados na cabeça do meu pau, o tesão dela era tanto q pude sentir os pingos de sua buceta na minha perna, ela brincou como quis com ele alternando entre bjos e lambidas, quase gozei, sua boca tava quente igual sua buceta, e lambuzou todo meu pau, ela me pede pra não gozar ainda, ela com meu pau ainda na boca consegue pegar sua bolsa e tira umas camisinha e com habilidade coloca ela no meu pau com a boca. Ja com meu pau envelopado e todo babado ela vem e começa a roçar a buceta em todo meu pau ate eu começar a sentir sua caldo quente escorrer no meu saco, ela fica assim por um bom tempo com movimentos lentos e suaves alternando com esfregadas fortes. Nesse momento estamos nós 2 molhados por nosso suor, misturado e perfumado, ela para por uns segundos e deita sobre meu peito dizendo q gozou horrores e q quer gozar mais só q com meu pau dentro dela, ela entao, ainda deitada leva sua mão passando entre seu corpo e o meu ate meu pau e ajeita ele na entrada da sua buceta q ta toda encharcada e começa a engolir ele bem devagar, depois q ele tá todo dentro dela ela começa com pequenos movimentos ate q ela se levanta e continua mexendo e rebolando, eu seguro seus 2 seios com força e começo a aperta-los e logo ela diz q vai gozar e eu tbm digo q ja não aguento mais de vontade de gozar, ela começa esfregando com mais força e mis rápido até eu sentir seu gozo escorrer mais uma vez e logo tbm gozo enchendo a camisinha. Ela cai desfalecida sobre mim e ficamos ali por minutos recuperando as forças e o folego, depois ficamos agarradinhos de conchinha como 2 namorados e logo minha mão ta novamente atiçando sua buceta e ela segurando meu pau, então começamos td de novo só q desta vez ela me pede pra filmar ela chupando meu pau com seu celular, começo a filmagem, ela com meu pau duro na boca lambendo, chupando e beijando desde o saco ate a cabeça, enquanto eu filmava ela começa a dizer pro marido Bruno q ela ta se divertindo mto e q ja tinha gozado hororres comigo, o amigo do barzinho q ela tinha dado o número do celular, e q aquele pau da filmagem ainda ia fuder mto com ela. Tranzamos mais uma vez bem gostoso depois da chupada e da filmagem, e logo em seguida ela pega o celular e envia o vídeo pro bruno, minutos depois qdo estamos tranzando mais uma vez, chega uma mensagem em seu celular, ela de 4 na beira da cama e eu metendo em sua buceta, continuo metendo enquanto ela abre a mensagem q é a resposta do Bruno dizendo q amava ela e queria mto ta com a gente naquele momento, mas qdo chegasse no hotel onde tava hospedado iria ver e rever o vídeo e bater uma punheta vendo ela sendo fudida por outro. Ouvindo isso eu e ela ficamos mais doido ainda de tesão e fudemos praticamente o dia todo.....

Continua.......


Comentar