Fato
26 de jun de 2020


Ola me chamo alex tenho 1.77 e 71 kg , físico normal pratico atividade física um belo dia estava eu e meu amigo em frente a casa dele bebendo umas cervejas jogando conversa fora um dia de calor uma tarde maravilhosa ele é casado so que sua esposa estava na casa da mãe dela o tempo foi passando e depois de algum tempo chega a esposa dele com a irmã dela sandra ex mulher de um outro amigo meu sentam as duas na calçada e papo vai e papo vem muito tempo sem nos ver colocando conversas em dia o tempo passou e começa anoitecer me dei conta e me despedi de todos falando que ja estava indo pois ja estava na hora e quando sentei na moto as irmãs se cumprimentaram e a sandra ia voltar pra sua casa sozinha e então perguntei vc não quer que eu deixe vc em algum lugar ja esta anoite perigoso e ela disse não precisa vou andando mesmo é perto eu não sabia onde ela estava morando não fazia idéia de onde mas falei tudo bem estou sem capacete mesmo so tenho o meu ela sorriu e falou vc é foda oferece carona sem capacete eu disse imaginei que fosse perto veio andando então ela chegou perto sorrindo todos rindo pela situação eu falei monta ai e vamos vem devagar conversando e assim ela fez montou na moto e fomos chegando na casa dela ela desce da moto e me agradece nossa foi rápido demais muito obrigado mesmo quer entrar e tomar um suco , e eu respondi não imagina não pega bem seus filhos estão ai melhor não fica tranquila ela disse meus filhos estão na minha mãe entra um poquinho eeu muito apertado por conta da cerveja decidi ir ao menos no banheiro e entramos quando eu estava no banheiro olhando para o meu pau tive um flash de imaginação mas não dei corda afinal o respeito vem em primeiro lugar mas algo estava dispertando em mim meu pau ja não baixava mais e eu sem jeito pra sair do banheiro disfarcei de todas as formas ela abriu a geladeira pegou uma jarra de suco e um copo e me deu disse toma um suco eu então peguei o e sentei era uma casa pequena de 2 cômodos bem arrumada não tinha sofa apenas a mesa e do outro lado a cama de casal e duas beliches sentei ela então disse senta aqui na cama vou ligar a tv e começamos a conversar e ela fazendo as coisas arrumando algumas bagunças com vergonha da minha presença eu não sei o que aconteceu mas falei pra sandra senta aqui deixa eu te falar uma coisa e ela veio e sentou com uma cara de assustada e curiosa eu coloquei o copo no rack cheguei bem Próximo dela peguei no pescoço entre o cabelo e a orelha e disse te quero muito não sei o que aconteceu aqui mais eu te quero e ela disse eu também e sempre senti essa vontade ela mal terminou ja estavamos nos beijando enlouquecidos de desejos deitei ela na cama e eu deitei por cima era uma sintonia muito deliciosa eu cheirava ela beijavaseu corpo lentamente enquanto tirava toda sua roupa ela veio da mesma maneira com muito beijo e carinho tirando minha roupa estava muito gostoso até que ela pega no meu pau por cima da cueca e diz nossa alex o que isso eu falei muito tesao vc me deixou assim ela não tira o olho da minha cueca e começa a beijar meu pau por cima da cueca que ja estava todo babado e quente quando ela baixou minha cueca meu pau bateu no queixo dela ela abriu a boca e disse nossa cara vc é um cavalo como pode isso ninguém imagina que vc tem um pau enorme não vou aguentar eu então beijei aboca dela deixando a mais tranquila e coloquei ela de joelhos no chão e disse chupa delicia chupa esse pauzao que vai te fuder todinha e ela gemia começou a babar no meu pau coloquei ela de pernas abertas na cama e comecei chupar eaquela buceta rosinha e molhda ela delirava de prazer começou a gozar na minha boca lambi até a ultima gota coloque ela de 4 e comecei a penetrar bem devagar até que ela disse para para ta doendo seu pau é grande ta indo fundo demais e diminui a entrada e a coisa foi ficando deliciosa eu beijava o pescoço a orelha falava o quanto estava bom e ela se soltando aos poucos teve uma hora que não aguentei depois de tanta gozada dela no meu pau coloquei ela de pé segurei na cintura dela e nos seios puxei ela por traz deixando o pescoço dela no meu ombro e a orelha na minha boca e comecei a dizer pra ela no seu ouvido agora vc pode se soltar se libertar so estamos nos dois aqui no escuro do seu quarto quero sentir essa puta que esta quente dentro de vc querendo me devorar ela gemia alto enquanto eu passava o pau duro e grande no grelo e socava e tirava deixando ela louca de tesao soquei nela bem fundo de pé e disse no seu ouvido mordendo a orelha quero ver vc sentar no meu pau até gozar sentar sem do minha puta vadia sei que é assim que esta hj e cada vez que eu falava e beijava ela se tremia gozando eu deitei na cama e chamei qua e ela subiu em cima de mim veio beijou muito minha boca olhou nos meus olhos e disse vc ta me deixando louca eu nunca senti isso colocou o cabelo todinho no rosto e sentou com nunca sentou em um pau gg chorava gemendo de prazer até hj ela me chama de cavalo e sempre que podemos damos umas fugidinhas nãoqueremosque ninguém saiba pois acabou ficando bom por demais