Paraiso Swing Cams
Online agora
DulceAcosta ManuelaS ambersexxy SharonGreys Valentina_Leroy AdelynGinn MelaniaDiAbril EmilyMilf Kendraafoxy Celestee_Greey1 imfreya ValeryGreen Sacarleth_Armani KattySpelman SheylaSpooner
Ver todos os modelos
Erótico
5 de mai de 2022


Durante muitos anos, quando começamos em Sampa passava pelo menos uma semana por mês num AP perto do Parque Ibirapuera. Creio que muitos de nós, pelo menos os que estão acima dos 50 anos tem uma curiosidade grande pelas orientais e era um deles. Conheci uma através de uma Sala de Bate Papo da UOL, sim gente, ainda sou desse tempo. Conversamos por uns 3 meses mais ou menos. Papos cada vez mais quentes. Ela era casada, marido japonês, não sabia de nada, assim com eu também era e ainda sou casado e a esposa não sabe. Marcamos um almoço numa Churrascaria próxima ao aeroporto de Congonhas para nos conhecermos. Cheguei no horário combinado, ela também. Um mulher interessante. Todo social, uma executiva com cara de muito séria. Tem mais ou menos 1,55m e uns 55Kg, um corpo bem interessante, um bumbum bem arrebitado, um pouco incomum para japonesas e os seios bem volumosos, o que também não é comum. Foi interessante, pois, ela me olhou de cima embaixo e falou: Você é grande mesmo! Tinha dito a ela que tinha 1,93m e pesava na época 100Kg. Sentamos e começamos a conversar um pouco tímidos, ainda mais que tínhamos falado muita coisa pelo Bate Papo, mas, logo nos soltamos e começamos a falar as sacanagens. Nesse dia nada faríamos, ela me deu uma carona até meu trabalho e no caminho, pediu para eu colocar o pau pra fora dando uma bela mamada! Eu aproveitei e enfiei o dedo na buceta dela que estava extremamente molhada!! Marcamos daí a dois dias.

Fiquei super ansioso, pois, fiquei doido quando enfiei o dedo na buceta dela e estava extremamente molhada e com a mamada que ela deu no meu pau. Ela me buscou no local combinado as 18 e disse que poderíamos ficar até as 21:30h, pois, tinha dito que iria a um jantar de negócios. Ela toda arrumada mesmo, toda executiva! Fiquei pensando essa mulher será que transa? Ela realmente parecia super séria! No caminho pra me deixar mais excitado ela contou que pulou a cerca por causa de um detalhe, e que eu era o segundo cara com quem ela estava saindo. Perguntei qual era o detalhe, e, fui informado na lata: "Sexo anal! Vi num vídeo, falei com meu marido e ele disse que não curte, então fiquei com isso na cabeça, tinha que fazer anal. Encontrei um cara, conversei e finalmente fiz anal. Fiquei apaixonada! Quero muito mais!". Chegamos no Motel e sem nenhuma perda de tempo e cerimônia ela tirou a roupa e segui a mesma balada, tirei a minha e começamos a nos beijar e acariciar. Deitamos na cama, trocamos uns beijos a amassos e fomos para a Hidro. Depois de um banho e muitos amassos na hidro fomos para a cama e começamos um 69. Ficava pensando: "Essa Japa é demais! Não conseguiria nem imaginar que ela chupava pau! Isso é que é ser dama na sociedade e puta na cama!" Rapidamente ela gozou na minha boca, gemia, esfregava a buceta na minha cara e rebolava. Logo coloquei-a de 4 e comecei a chupar o cu dela. A mulher ficou doida!! Enlouqueceu! "Nunca antes chuparam meu cu!" Então chupei com ainda mais vontade, enfiava língua o máximo possível no cu dela, lambia, chupava, dava umas mordidas na bunda dela e ela gozou de novo. Sentei na cama, ela se ajoelhou em frente a mim e caiu de boca no meu pau!! Com uma vontade!! Que mamada! Vi estrelas! Ela disse: "Se não conseguir se segurar goza na minha boca que eu gosto!" Fiquei louco, ela notou e começou a intensificar a mamada, olhava a cena e pensava: "Nem poderia imaginar essa cena, uma mulher tão séria, toda executiva, prestes a tomar leitinho direto no meu pau!". Logo o gozo veio, enchi ela de porra. Ela até tomou um susto: "Quanto leite!"- disse ela. Tomou tudo e ainda lambeu meu pau todo deixando tudo limpinho.

Relaxamos tomamos uma água e começamos de novo o rala e rola. 69 de novo, o que virou uma coisa que faríamos sempre daí por diante. Virei ela de lado na cama, coloquei a camisinha no meu pau e comecei a penetrar a buceta dela. Que surpresa, ela era super apertada! Muito mesmo! Fui até com calma. Logo entrei e deixei lá dentro, beijando a nuca dela por trás e apalpando os seios. Comecei o entra e sai, e fui sentido a receptividade. Ela super molhada e eu já socando forte na buceta dela que gemia demais. A mulher é muito gostosa e como gosta de uma transa. Logo ela começou a gritar e gemer muito, se contorcia toda e gozou. Depois então, ainda de ladinho comecei a pincelar o cuzinho dela com meu pau, ela se arrepiou toda! Coloquei-a de bruços e chupei muito o cuzinho! Até que ela implorou para meter: "Mete, por favor, quero sua pica ai dentro!", então levantei-a de 4 encostei a piroca na portinha e fui entrando, devagar mais firme e sem parar... Fui até o final e ela doida. A mulher tremia, gemia, ficou louca. Com carinho, pois, se a buceta era apertada, o cu então era ainda mais... Fui aos poucos socando mais fundo e mais forte. Que cu!! Dado pra mim com muito gosto! E ela louca de tesão, o que aumentava o meu. Não iria conseguir segurar mais o meu gozo, mesmo assim intensifiquei as penetrações fazendo ela gozar mais. Logo vi que não conseguiria mais me segurar e falei que iria gozar, quando ela disse: "Tira do meu cu, tira a camisinha e goza tudo na minha boca! Enche minha boca de porra de novo!" Uauuuuu... mais duas socadas e tirei correndo, tirando a camisinha, ela se virou pra mim e logo enchi a boquinha dela de porra de novo!!! E de novo ela tomou tudo, não perdeu uma gota sequer e ainda ficou mamando meu pau, mesmo já mole. Deitamos pro lado. Era chegada a hora de irmos embora, tomamos um banho juntos, trocamos a roupa, ela me deixou em casa e seguiu seu caminho.

Transamos tantas vezes depois disso que perdi a conta, foram pelo menos uns 10 anos transando com ela. Depois conto outras de nossas histórias.


Comentários