Paraiso Swing Cams
Online agora
MissBounty MISS_ES_de_LUJO EmmilyWalker KendraBaloteli 1SquirterDoll PR3CIOUS69 Hentaihotgirl ebonylovely LizAdams Lubna4love MaryAnRose KIMGREY1 ScarletteThomson shainsexy88 SofiaLuxyy
Ver todos os modelos
Erótico
5 de mai de 2022


Esse conto é bem antigo, mas, foi por essa experiência que há muitos anos entrei no meio do Swing e Menage.

Trabalhava em Botafogo e almoçava sempre com os amigos do trabalho, mas, como estava sempre trabalhando fora da empresa as vezes chegava fora do horário e ia sozinho. Num desses dias resolvi ir à um local diferente para almoçar. Chegando lá sentei próximo a um grupo de pessoas, umas 08 mais ou menos, que almoçam juntos e conversam bastante. No meio delas uma Mulata daquela da almanaque: Cintura fina, bunda grande, seios pequenos... uma mulher linda. Ela me olhou diferente e sorriu, fiquei um pouco sem jeito, pois, tinha muita gente sentado com ela. No outro dia fui no mesmo local, no mesmo horário e lá estava ela com o mesmo grupo de pessoas. Dessa vez olhei mais diretamente pra ela e a mesma correspondeu com um belo sorriso. Fiz um sinal e nos encontramos do lado de fora do restaurante e marcamos para no outro dia almoçarmos nós dois em um outro local para ficarmos mais a vontade.

No outro dia, na hora combinada cheguei ao local e logo em seguida ela veio. Um calça jeans justa e um top maravilhoso!! Marcando bem aquele corpão violão e a bunda sensacional. Demos os dois beijinhos de praxe no rosto, mas, ela veio dar o terceiro e de propósito me beijou no cantinho da boca, quase um selinho. Sentamos e começamos os papos de sempre, nome, de onde é, o que faz, etc... Depois fomos para os interesses e perguntei porque ela me olhou daquele jeito e disse que me senti honrado e fiquei muito excitado, pois, ela é uma belíssima mulher e totalmente dentro dos meus desejos. Quando ela disse que adorava aventuras e gostava de sensações de prazer. Notei que era casada, até então não tinha visto a aliança, na época eu era solteiro. Ela disse que tudo bem, apenas tinha que ser discreta. Se você é casada como podemos fazer para termos uma aventura prazeirosa? Ela disse: "Na hora do almoço! Tenho facilidade de sair e posso ficar umas 2 - 3h fora. Tem alguns Motéis ali perto e combinamos de no outro dia irmos num deles. Ficaríamos das 11:30 até as 14h. Nos encontramos e rumamos para o Motel. Chegando lá, mal fechei a porta do quarto e ela partiu pra cima de mim me beijando na boca e me agarrando com muita sede. Tirou minha camisa, baixou minha calça, tirou a roupa dela toda! Uauuuuu... Mais linda ainda nua!! Que visão do Paraíso! Entramos no chuveiro, começamos um banho e ela imediatamente começou a ensaboar meu pau que já estava duro, logo depois tirou o sabão, se ajoelhou em frente a mim e caiu de boca! Me segurei! Quase enchi a boca dela de porra! Que boca!!! Mamou bastante... então disse: "Agora é minha vez!" peguei-a no colo e coloquei na cama abrindo as pernas dela e cai de boca na buceta!! Néctar dos deuses! delícia!!! Chupei, chupei e chupei mais.... ela gozou com uma doida. Depois, subi e beijei aquela boca gostosa, fui beijando a nuca e cheguei no seios!!! Chupetinhas maravilhosas!! Viramos e fizemos um 69, ela gozou de novo na minha boca. Ai coloquei a camisinha no criado mudo e comecei chupar mais a buceta que já estava super molhada. Peguei a camisinha e ela me ajudou a colocar no pau, fizemos um papai e mamãe, pois, queria olhar pra ela e beijar durante a penetração... buceta quentinha, maravilhosa, fui devagar... entrando e saíndo de dentro dela com calma... aproveitando os sabores daquele corpo maravilhoso. Depois de um tempo ela me pediu para meter de 4. Coloquei-a de 4, encostei o garoto e fui entrando bem devagar... Ela gemia, rebolava e enfiei tudo... Nesse momento ela pediu para bombar com força e é claro que atendi na hora. Comecei a aprofundar o pau na buceta dela e a aumentar o ritmo da penetração entrando mais fundo e mais rápido. Aquele barulho do meu corpo batendo na bunda dela... Aquela buceta praticamente massageando meu pau me levaram ao êxtase e em pouco tempo gozei... maravilhosa gozada!!!

Depois de descansarmos um pouco, começamos novamente um rala e rola gostoso. Dessa vez queria muito admirar e aproveitar aquela bunda maravilhosa. Já tinha mamado os peitinhos dela, chupado a buceta de novo, mas, queria ver bem de perto aquela bunda. Coloquei-a de bruços comecei a acariciar a bunda dela. Monumento! Perfeita!!! Então comecei a beijar a bunda dela, dar mordidas e tapinhas, lamber... até que abri um pouco as bandas e enfiei a língua no cuzinho dela. Ela deu um saltinho e um gritinho, mas, relaxou. Passei então a massagear o cuzinho com a língua e o dedo. Enfiava ao máximo a língua no cuzinho dela, chupava o cuzinho, lambia e por fim enfiei o dedo usando o caldinho da buceta como lubrificante. Quando ela perguntou: "Você gosta de anal?" "É todo seu para meter a vontade!" Não tínhamos KY e nem achei no Motel, mas, continuei chupando o cuzinho dela usado um dedo, depois dois dedos e quando vi que tava relaxado, dei meu pau para ela mamar e colocar a camisinha, ela com uma bela chupada preparou meu pau, colocou a camisinha e falou: "Meu cuzinho é todo seu!" Com ela de 4, encostei a cabeça do pau na buceta, penetrei para lubrificar, dei uma belas socadas na buceta dela enquanto meus dois dedos iam preparando o cuzinho. Tirei da buceta a encostei no cuzinho... fui pincelando o cuzinho sem penetrar, esfregava o pau...ela gemia e pedia: "Pode meter!" então encostei e comecei a penetrar bem devagar... A cabeça passou e eu parei, fui bem devagar enfiando, mas, sem parar até meter todo. Ela gemia muito... Depois fui tirando devagar até a ponta, sem deixar sair, e repeti esse entra e saí devagar até que pude sentir que não havia mais resistência, ai falei com ela: "Se segura!" Nessa hora meti com força e comecei a cavalgar aquele cu com muita sede. Bombei muito e ela igual a uma louca, rebolava, gritava, pedia mais... Coloquei ela de lado e meti pica no cu, sempre estocando bem forte e fundo. Coloquei-a de frango assado e toma pica no cu. Fiz ela sentar com o cu no meu pau e ela cavalgou como uma doida me deixando louco. Ela pediu para meter de 4 de novo e socar com tudo. Na hora... Soquei com força mesmo naquele cu... Em pouco tempo jorrei muita porra no cuzinho dela. Relaxamos, tomamos um banho nos beijamos e voltamos para nossos trabalhos. Nessa época não havia nem celular, isso aconteceu em 1991. Nada de celular, e-mail, nada disso. Trocamos os números de telefone de trabalho apenas. Saímos umas 4 vezes depois disso, na última delas, depois de uma foda sempre deliciosa ela disse que precisava falar uma coisa pra mim.

Foi quando ela disse que agora confiava em mim e que teria confiava para eu realizar uma fantasia dela e do marido. Perguntei o que era, então me disse que o marido sonhava em vê-la dando pra outro homem. Ele queria assistir a gente transando enquanto ele se masturbava. Achei muito estranho e fiquei com medo até. Desconfiado, jamais imaginei que um marido pudesse querer assistir sua mulher dando para outro!!!! Preconceito e desinformação pura! Não topei e foi a última vez que nos falamos. Mas... essa ideia ficou na minha mente. Então procurei grupos e vi que tinham muitos grupos de Menage onde Casais transavam com homens... Um tempo depois sai com o primeiro Casal... esse é outro conto.

Abraços.