Paraiso Swing Cams
Online agora
AbbyHertsson AshleyStarxTS RachelBaker1 WhiteQueen888 EllyBigBoobs 09SecretaryAnaTS kamilaTS skinny_sis MatiXxMati ScarletteThomson AnahiSandoval ImYourSexDream SanaFlexi LimaMotti AmandaLuxxe
Ver todos os modelos
Erótico
5 de nov de 2023


Esta é uma história que aconteceu e eu gostei muito e pretendo repetir outras vezes.

Eu casado com 55 anos e minha esposa 50 anos vínhamos conversando já algum tempo sobre apimentar nosso relacionamento, eu e ela apesar da idade e um pouco acima do peso mas com uma bunda fogosa e uns peitos de chamar a atenção de outros homens.

Ela é muito fogosa na cama e eu gostaria de ver ela transando com outro homem, mas isso sem pressa e deixar acontecer normalmente. Fomos em um bar onde é bem frequentado por muitos homens.

Chegamos num final de tarde no bar e pedi pra ela ir sem sutiã pra aparecer bem os bicos durinho com um vestido bem decotado, ficou muito tesuda, elogiei muito ela foi quando me disse, você não queria uma puta querido? Aqui estou, fiquei de pau duro só de ouvir esse comentário dela rs....

Entramos no bar e escolhemos uma mesa perto do balcão onde já havia 2 rapazes conversando que imediatamente ficou observando a bela bunda grande, coxas fortes e já percebi algum comentário e olhando pra nós, ela sentou numa cadeira de frente pro balcão e eu de costas.

Quando fui levantar pra buscar uma bebida ela me puxou e lascou um beijo de língua na minha boca, deu uma olhadinha de lado mexeu no cabelo e um sorriso em direção dos rapazes. Então pisquei pra ela e deixei ela ficar paquerando.

Ficamos tomando umas bebidas por tempo isso e ela ficou mais soltinha foi quando ela disse pra mim ir para carro dar um tempinho lá pra ficar sozinha. Imediatamente a troca de olhares ficou mais acentuada foi quando ela percebeu que ele anotou algo num guardanapo e deixou em cima do balcão.

Voltei para mesa e ela disse que ia ao toalete, passou pelo balcão e pegou o guardanapo com um número de contato, ela demorou um pouco mais do normal, é que ligou pro rapaz e sugeriu que sentasse na mesa como se fosse um amigo ela me apresentou aí ele achou estranho mas já estava entendendo qual seria o propósito.

Saí da mesa e fui no banheiro pra dar um tempo pra eles conversarem a sós. A outras pessoas que estavam no bar que observaram não estavam entendendo nada. Voltei pra mesa e pra minha surpresa ela tinha saído com o rapaz pro carro dele no estacionamento. Passado uma hora foi quando ela voltou com o cabelo um pouco desarrumado com uma cara de safada e com calor, logo percebi que algo havia acontecido fiquei com meu pau latejando....e ela disse " não era isso que você queria?"

Ela se sentou na mesa novamente e vi os peitos e pescoço suado mas melado, fiquei louco pra saber o que havia acontecido e nem tinha percebido que o outro rapaz também tinha saído minutos depois da saída dela.

Começou a contar que chegou num carro com os vidros escuro e mal entrei no carro o rapaz lascou um beijo na boca gostoso e desceu a língua entre meus peitos e a mão nas minhas pernas, delirei.... Não perdi tempo e desci o zíper da calça quando coloquei a mão por dentro o pau estava duro como uma rocha...

Ele inclinou um pouco o banco do carro foi quando não resisti e caí de boca naquela cabeça latejante, suguei aquele pinto babando no seu saco como se fosse uma puta precisando de dinheiro.

Ele pediu pra parar em 5 minutos pois dizia que já ia gozar de tanto tesão... Nesse momento pediu pra ver minha bunda virei de lado e ergui o vestido ele não parava de acariciar minha bunda quando derepente tirou do porta luva uma camisinha, vestiu aquele pinto delicioso e sem perder tempo socou com força na minha buceta molhadinha ,só pedi pra que ele parasse pois tava uma delícia, depois de várias socadas e beijando minha nuca eu e ele gozarmos juntos.

Ele voltou para seu banco dizendo que fazia tempo que não gozava tanto e tão gostoso... ele abriu a porta pra sair e pra minha surpresa o outro rapaz que estava junto com ele estava esperando pra entrar no carro. Entrou rapidamente e já de pau duro e disse; "agora é a minha vez, chupa aí minha putinha, enquanto seu marido te espera lá no bar"...

Caí de boca novamente chupei por um tempo, passando a língua na cabeça do pinto, ele não aguentou e disse que ia gozar... Só deu tempo de tirar a boca que veio um grande jato de porra quente no meu pescoço escorrendo nos meus peitos, deu muito tesão... Conversamos um pouquinho e saí do carro.

Agora estou aqui meu corninho... Eu adorei meu amor vamos embora que quero limpar esse seu pescoço com lingua, nosso relacionamento está maravilhoso e não vejo a hora de repetir um novo encontro.... Ser puta por um dia foi bom demais....

Tags: casada, esposa corno, sexo oral, Comedor


Comentários